Região tem mais de 900 pacientes recuperados de coronavírus

Cidades do CONDEMAT somam 1.851 casos confirmados da doença, com 194 óbitos

Nas 12 cidades do CONDEMAT – Consórcio de Desenvolvimento dos Municípios do Alto Tietê, 1.851 pessoas tiveram o diagnóstico confirmado de coronavírus desde março. Desse total, 194 morreram em decorrência da doença. A metade dos infectados, no entanto, já está na estatística de recuperados, que nesta terça-feira (05/05) ultrapassou a 900 pacientes.

Os dados divulgados pelas Vigilâncias Epidemiológicas Municipais apontam que 50% das pessoas infectadas pelo coronavírus (casos confirmados)  conseguiram se curar e já tiveram alta, o que corresponde a 927 pacientes.

As cidades com os maiores índices de pacientes recuperados são Guarulhos (480 pacientes), Mogi das Cruzes (140) e Itaquaquecetuba (116). Guarulhos foi a primeira cidade do CONDEMAT a implantar um hospital de campanha.

Entre os casos confirmados de coronavírus, 194 pessoas tiveram quadros mais acentuados e vieram a óbito em decorrência da doença. Somente nesta terça-feira foram oito falecimentos registrados em Ferraz de Vasconcelos (1 homem de 102 anos), Guarulhos (1 mulher de 64 anos e 4 homens com as idades de 63, 68, 75 e 63 anos), Itaquaquecetuba (1 homem de 53 anos) e Santa Isabel (1 mulher de 61 anos).

Pelas estatísticas de hoje, a área do CONDEMAT tem, ainda, 2.064 casos suspeitos que aguardam resultados suspeitos.

Máscaras

Sobre a obrigatoriedade do uso de máscaras pela população das cidades paulistas a partir de quinta-feira (07.05), a orientação do CONDEMAT é para que os municípios sigam as premissas do decreto estadual, mas com prioridade para a conscientização das pessoas.

As abordagens deverão ter, primeiramente, caráter educativo e preventivo, conscientizando a população sobre a importância do uso da máscara para proteger a saúde.

A fiscalização deverá ser realizada de acordo com as características e realidade de cada município,  sendo que a maioria deverá viabilizar isso através das equipes de Guarda Municipal, Fiscalização, Vigilância Sanitária e Procon, além do apoio da Polícia Militar e Polícia Civil.

Da mesma forma, cada município estudará as penalidades para os casos de descumprimento, a partir do que consta no decreto estadual e das necessidades no seu território.

Imagem: Fabio Nunes Teixeira/PMG

PLANILHA IMPRENSA – CORONAVIRUS (COVID – 19) – 05.05.2020

 

 

Comentários