You are currently viewing Região completa um ano de vacinação contra a Covid-19 com mais de 5,3 milhões de doses aplicadas

Região completa um ano de vacinação contra a Covid-19 com mais de 5,3 milhões de doses aplicadas

  • Post category:Noticias

Um ano após o início da campanha, municípios avançam com a imunização infantil

Os municípios do CONDEMAT – Consórcio de Desenvolvimento dos Municípios do Alto Tietê já aplicaram mais de 5,3 milhões de doses de vacina contra a Covid-19. Os dados, contabilizados nesta quinta-feira (20/01), um ano após o início da imunização na região, resultam em 80,78% da população regional que recebeu pelo menos a primeira dose ou a dose única da vacina.

Ao longo da campanha, os municípios seguiram as diretrizes do Plano Estadual de Imunização (PEI), priorizando a vacinação de grupos formados por idosos, trabalhadores das áreas de Saúde, Educação, Segurança e Transporte Público, além de pessoas com comorbidades. Na sequência, a vacinação foi aberta para a população em geral com escalonamento por idade. No último sábado (15/01), após muita expectativa, os municípios receberam as primeiras doses para a imunização de crianças de 5 a 11 anos.

“Apesar do atraso no início da imunização da população, não somente na nossa região, mas em todo o Brasil, os municípios vêm cumprindo o seu papel ao longo deste ano e hoje podemos celebrar o avanço da vacinação e os resultados disso, com uma queda significativa na letalidade em decorrência da doença”, disse a coordenadora da Câmara Técnica de Saúde do CONDEMAT, Adriana Martins.

De acordo com dados apurados diariamente junto às vigilâncias epidemiológicas dos municípios, o número de óbitos pela doença começou a cair a partir do mês de agosto do ano passado, quando boa parte do público prioritário formado por idosos, já estava com o esquema vacinal completo. Em julho de 2021 a média diária de óbitos era de 28,9; já no mês de dezembro caiu para 1,1.  

“Estamos vivenciando no dia a dia os resultados da vacinação com a queda na mortalidade e também com a redução dos casos graves que necessitam de internação em leitos de UTI. Isto é algo que devemos comemorar e continuar a orientar a população, que ainda não tomou a segunda dose ou a dose de reforço, para que procure a unidade de saúde do seu município e não deixe de tomar”, disse.

A coordenadora destacou ainda o trabalho realizado pelo consórcio no início da campanha, na cobrança por imunizantes para atender a totalidade do grupo de trabalhadores da saúde.

“Em fevereiro do ano passado, quando o Estado deu por encerrado o envio de doses para os trabalhadores de saúde, nós levantamos um déficit de 25% de imunizantes para este público. Depois de muito diálogo conseguimos uma grade extra de vacinas que garantiram a imunização de 100% destes trabalhadores, que nunca pararam suas atividades e sempre atuaram na linha de frente”, relembrou Adriana reforçando que a vacinação avança nos municípios conforme envio de doses por parte do Governo do Estado.

A imunização segue na região com atendimento a públicos diversos. As informações referentes aos dias, horários e locais de vacinação são divulgadas pelos municípios, que possuem estratégias individuais, de acordo com suas particularidades.

Deixe um comentário