Ações ambientais no Alto Tietê ganham destaque no Conselho Metropolitano

Mobilização regional na área de resíduos sólidos, mata atlântica e pagamento por serviços ambientais  são apresentadas pelo CONDEMAT em São Paulo

As ações ambientais articuladas pelo CONDEMAT – Consórcio de Desenvolvimento dos Municípios do Alto Tietê, em especial o estudo que visa à compensação financeira aos municípios produtores de água, tiveram destaque na 19ª Reunião do Conselho de Desenvolvimento da Região Metropolitana de São Paulo, realizada nesta quinta-feira (12/12) na Capital, com pauta principal voltada para saneamento e meio ambiente.

Ao invés de ações pontuais nos municípios como os demais participantes, os representantes das cidades do CONDEMAT optaram pela explanação dos projetos desenvolvidos no âmbito do Alto Tietê, alguns deles pioneiros, como a contratação do estudo da Fipe que vai fornecer subsídios para a efetivação do pagamento por serviços ambientais aos municípios que possuem represas e áreas de proteção aos mananciais.

O estudo é desenvolvido com recursos do Fehidro (Fundo Estadual de Recursos Hídricos) e vai beneficiar 25 municípios da Região Metropolitana. Ele deve ser concluído em setembro de 2020.

“Temos desenvolvido ações regionais em várias frentes, mas essa é a principal e existe uma grande expectativa dos municípios de serem compensados financeiramente pelas restrições ambientais que comprometem o desenvolvimento de atividades econômicas. E essa é uma iniciativa que extrapola inclusive as fronteiras da região, pois beneficiará vários outros municípios da Bacia do Tietê”, destacou Solange Wuo, diretora de Meio Ambiente de Suzano e representante do CONDEMAT na reunião.

Também tiveram destaques a parceria do Alto Tietê com a Secretaria de Infraestrutura e Meio Ambiente do Estado de São Paulo para a elaboração do Plano Regional de Gestão de Resíduos Sólidos e a mobilização para o Plano Regional de Mata Atlântica.  Solange ressaltou, ainda, a mobilização dos técnicos para avanços efetivos na Região.

“Os municípios do CONDEMAT estão com participação efetiva nos principais comitês e conselhos do meio ambiente, o que é essencial para encontrar soluções para questões que afetam diretamente as cidades, assim como para pleitear projetos e recursos para a Região”, concluiu.

A reunião do Conselho Metropolitano teve a presença dos prefeitos de Arujá, Biritiba Mirim e Ferraz de Vasconcelos, assim como de secretários e diretores de Meio Ambiente que representaram as demais cidades da Região.

 

Comentários